Produtos frágeis: como garantir a segurança no transporte?

O transporte de produtos frágeis é um assunto sério e que necessita de cuidados especiais para que a carga chegue com integridade até o cliente e assim seja possível garantir a satisfação dele.

Afinal, os desafios no transporte por meios rodoviários são muitos, pois há vários fatores que podem comprometer ou até mesmo danificar os produtos durante este processo tão delicado.

Caso haja danos, além da frustração do cliente, a empresa é prejudicada financeiramente, passando a ter gastos com a logística reversa e com a troca do produto. Sem contar com o prejuízo de ter a sua reputação manchada também.

Dessa maneira, é fundamental garantir a segurança no transporte de produtos frágeis e abaixo estão algumas dicas importantes. Confira agora mesmo!

Escolha as caixas corretas

A escolha das caixas corretas é o primeiro detalhe a se atentar quando se fala no transporte de itens frágeis, visto que este fator é determinante para a integridade do produto.

Geralmente, o material mais utilizado nas caixas de transporte é o papelão, mas ele não é o mais indicado quando o transporte é de produtos que podem ser quebrados ou rompidos com facilidade.

Então, para os itens frágeis, o aconselhado é sempre a utilização de materiais que são considerados mais resistentes e que tenham uma capacidade de proteção maior, como as caixas de plástico rígido ou até mesmo de madeiras. Afinal, elas garantem uma segurança maior no transporte, pois podem ser empilhadas com facilidades e manuseadas sem que os produtos sejam colocados em risco.

Utilize fitas adesivas para o fechamento das caixas

É interessante ainda contar também com uma embalagem terciária, ou seja, fala-se aqui das fitas adesivas que ajudam no fechamento das caixas e há vários tipos e que contemplam as mais diferentes necessidades, como:

  • Fita comum;
  • Fita gomada;
  • Fita adesiva personalizada.

Além delas, para garantir a segurança dos produtos frágeis, outro insumo que contribui para o fechamento adequado das caixas é o filme stretch e a Centro Oeste trabalha com este produto para proteger e evitar danos na carga.

Proteja os produtos frágeis um a um

É muito recorrente que, com o objetivo de otimizar os insumos e o tempo, os itens transportados sejam embalados de maneira conjunta na caixa. E obviamente que essa estratégia pode funcionar muito bem quando o transporte é de cargas tradicionais. 

No entanto, para os produtos frágeis, é importante adotar um cuidado muito maior, embalando os itens um a um, já que essa atitude é crucial para a garantia da segurança deles.

Assim, a escolha da embalagem depende de forma direta das características do produto que será transportado. No caso de itens menos e fáceis de serem danificados, o plástico-bolha é ideal, pois além de ser barato, é bastante eficiente. Para objetos maiores, como maquinários, por exemplo, as almofadas de proteção entre cada item é uma excelente alternativa. 

Em todo caso, o mais importante neste processo é garantir a proteção total dos produtos. Inclusive, aqui é necessário estar consciente de que durante o transporte os produtos podem se movimentar, gerando atrito entre eles e causando avarias.

Por essa razão, para garantir a segurança no transporte de produtos frágeis é necessário conhecer as características dos itens, bem como as suas especificidades, adotando, a partir daí, as estratégias para que a locomoção aconteça de forma segura possível.

Não se esqueça de sinalizar as embalagens

Mesmo apostando em caixas adequadas e cuidando da proteção de cada um dos produtos, é essencial ainda que a equipe envolvida no transporte fique consciente de que está manuseando uma carga frágil.

Para isso, a solução é fácil: sinalize que o produto é frágil. Portanto, não economize em adesivos e fitas de segurança com dizeres “Produto Frágil” ou “Frágil”. Além disso, não se esqueça também de indicar o posicionamento correto da caixa.

Isso porque, esta prática de sinalização das embalagens é universal, logo todo profissional que se deparar com a mensagem vai compreender que se trata de um produto frágil e que é importante ter cuidado no manuseio.

Deixe os produtos frágeis acomodados no topo

Com certeza esta é uma regra essencial e que faz total diferença: a carga mais frágil precisa ir no topo sempre. Ao fazer isso, é possível evitar que os objetos mais pesados acabem violando ou danificando as embalagens, o que pode acarretar em amassados, por exemplo.

Para que essa organização seja possível, o planejamento é um fator indispensável. Portanto, deve-se ter o total conhecimento das cargas a serem carregadas para que os itens mais frágeis sejam acomodados no topo, em cima dos mais pesados.

Além disso, prender bem a caixa pode evitar uma série de problemas com a carga, pois os solavancos, curvas e buracos ao longo das estradas podem fazer com que as mercadorias acabem se movimentando, o que gera a danificação dos materiais.

Conclusão

Garantir um transporte seguro para os produtos frágeis é importante para que a sua empresa consiga manter o consumidor satisfeito e evite prejuízos financeiros. Então, confira as soluções que a Centro Oeste oferece para o transporte de itens frágeis. 

Categorias

Todos os Artigos

Redes Sociais

Siga nossas redes sociais: