Qual a diferença entre aluguel e comodato de equipamentos?

Se você nunca ouviu falar do sistema de comodato de equipamentos industriais, verifique seus conhecimentos e compreenda os benefícios dessa prática para os profissionais.

Em última análise, esse método tem se tornado cada vez mais popular no país, ampliando o acesso a determinados dispositivos, e seu custo às vezes é um obstáculo.

Isso ocorre em diversos setores da economia, pois os custos precisam ser racionalizados para garantir a qualidade e a eficiência de todos os processos.

Se você não sabe qual a diferença entre comodato de equipamentos industriais e aluguel, acompanhe este artigo até o fim.

Nele, iremos te explicar como funciona o sistema de comodato de equipamentos industriais, qual a diferença de aluguel e quais as principais vantagens.

Continue a leitura!

O que é o regime de comodato de equipamentos industriais?

O contrato de comodato de equipamentos industriais é um empréstimo de algum bem, fornecido gratuitamente. Nestes casos, os bens devem estar insolventes, ou seja, não podem ser substituídos por outros bens da mesma qualidade, tipo ou quantidade.

Essa modalidade de empréstimo não envolve o pagamento ou recebimento de qualquer valor econômico.

Para explicar melhor, imaginemos uma situação hipotética mais fácil de entender: imagine que o dono de um equipamento industrial vá fechar sua empresa durante um período indeterminado.

Você pode emprestar o equipamento a um amigo, e ele cuidará dele quando o proprietário estiver ausente, mas não precisa pagar aluguel. Se o proprietário retornar, o dispositivo deve ser devolvido no mesmo estado em que foi emprestado.

Ambas as partes se beneficiam: o proprietário terá alguém para cuidar do seu equipamento e sua manutenção e você, que está sob regime de comodato, por ter um aparelho para ser utilizado de forma gratuita.

Qual a diferença entre o regime de comodato de equipamentos industriais e aluguel?

Vimos que o comodato de equipamentos industriais é um tipo especial de empréstimo, portanto a principal diferença entre esse plano e o aluguel é que o comodato é concedido gratuitamente, embora o devedor tenha obrigações.

Desta forma, o cliente economiza o valor que seria gasto no aluguel destes equipamentos.

Dependendo do tipo de equipamento e da quantidade necessária para atender aos requisitos da empresa, essa economia pode ser substancial e ajudar a manter a saúde financeira da empresa.

O aluguel de alguns equipamentos também pode ser prejudicial para o pessoal de gestão, pois é o custo mensal do funcionamento normal do equipamento e o custo da manutenção corretiva e preventiva.

Para entender melhor as diferenças entre esses conceitos, vamos dar uma olhada em cada um deles:

Aluguel

Em caso de contrato de aluguel, o locador transfere para o locatário o direito de uso de bens. Normalmente, este tipo de concessão pode ser incluída na prestação de serviços dentro de um determinado período de tempo, devendo sempre ser efetuado com o pagamento de uma renda.

Por exemplo, se o locatário danificar o equipamento devido ao uso indevido durante o aluguel do equipamento, ele é obrigado a substituí-lo. Por outro lado, se o equipamento sofrer danos não relacionados ao uso do cliente, o locador pode decidir substituí-lo ou repará-lo.

A grande vantagem do aluguel é que permite ao inquilino ter acesso a itens em constante atualização e funcionalidade que correspondem às mais importantes tecnologias modernas.

Com apenas um pequeno investimento a cada mês, você não precisa ter todos os recursos necessários para comprá-lo, e ainda pode melhorar a qualidade do seu trabalho diário alugando o equipamento.

Comodato

O comodato também é um empréstimo oficial e gratuito de bens, e seu objeto deve ser consumível, ou seja, deve ser um imóvel, equipamento, terrenos, etc. 

Ao contrário do aluguel, o sistema de comodato tem apenas uma obrigação: a pessoa que recebe os bens deve devolver os bens de acordo com os termos originais do empréstimo dentro do prazo especificado no contrato.

Outras obrigações possíveis para os comodatários estão relacionadas com a prestação de serviços. Nestes casos, o comodante concede empréstimos para determinados equipamentos com base numa relação comercial, nesta relação o comodatário deve transferir o serviço para quem o emprestou.

Embora o locatário obtenha uma vantagem econômica devido ao conceito de repasse na locação, os serviços do comodante no modelo de comodato de equipamentos industriais estão relacionados à manutenção, preservação, divulgação ou vinculação dos serviços prestados.

Mesmo que se trate de uma relação gratuita, o comodato deve atender a alguns dos parâmetros legais especificados nos artigos 579 a 585 do Código Civil Brasileiro.

Conclusão

O comodato é uma ótima forma de automatizar processos e economizar! Sabia que a Centro Oeste também oferece esse serviço?

Agora que temos certeza de que você está por dentro deste assunto, compartilhe-o nas redes sociais e ajude seus colegas a aprender mais!

E, se ainda restou alguma dúvida, entre em contato conosco. Será um prazer ajudar você.

Categorias

Todos os Artigos

Redes Sociais

Siga nossas redes sociais: